asma_consulta

 

Nesta época do ano, em que o ar se torna mais seco, poluído e frio, os consultórios  médicos começam a receber um maior número de pacientes, em sua grande maioria crianças, com problemas de ordem respiratória.
A respiração ideal, fisiológica, ocorre pelo nariz, e proporciona uma filtragem, aquecimento e umidificação do ar.

Quando a criança não consegue respirar pelo nariz, é obrigada a usar a boca.
Essa condição respiratória inadequada,  associada a hábitos como o uso prolongado de mamadeira, sucção de chupeta,  dedo, solicitam da musculatura respiratória e mastigatória um trabalho diferente do normal. Isso pode levar  o paciente a desenvolver adaptações funcionais e alterações estruturais, prejudicando o crescimento e desenvolvimento das arcadas dentárias, o posicionamento satisfatório dos dentes e também outros transtornos gerais.

A Ortopedia Funcional dos Maxilares (OFM) é a especialidade que procura direcionar o crescimento e desenvolvimento das bases ósseas maxilares, proporcionando uma harmonia facial e equilíbrio das funções que a boca participa, como: respiração, deglutição, mastigação, fonoarticulação (fala), melhorando a postura crânio cervical.
Tem como objetivo identificar, prevenir e intervir sobre o estreitamento dos maxilares, falta de espaço para os dentes, mordidas abertas e/ou cruzadas, protrusões dentais e outros tipos de más oclusões esqueléticas e dentárias resultantes do desequilíbrio funcional das estruturas correspondentes.

Uma avaliação com o otorrinolaringologista e com o cirurgião-dentista especialista em OFM é importante para que todos esses problemas possam ser resolvidos. Assim, os terços médio e inferior da face se desenvolverão em harmonia.